22/03/2024 às 15h44min - Atualizada em 24/03/2024 às 00h00min

Quando a cirurgia de coluna é indicada?

Especialista enfatiza que a intervenção cirúrgica pode ser indicada quando os tratamentos conservadores falham em aliviar dor e disfunção

Prezz Comunicação
Divulgação/Canva

Problemas de coluna são um diagnóstico comum no Brasil, afetando mais de 34 milhões de brasileiros, segundo dados do IBGE. A pesquisa aponta que aproximadamente 21,6% de pessoas com 18 anos ou mais relataram algum problema crônico de coluna.  Enquanto muitos encontram alívio por meio de tratamentos conservadores, como fisioterapia, medicamentos e exercícios, há casos em que a intervenção cirúrgica se torna necessária. A decisão de submeter-se a uma intervenção cirúrgica é frequentemente cercada de dúvidas e preocupações. Portanto, quando é o momento certo para considerar tal procedimento? 

O Dr. Pedro Fortuna, ortopedista e cirurgião de coluna do Grupo Spine enfatiza que a cirurgia na coluna pode ser indicada quando os tratamentos conservadores não têm a eficácia desejada. “Muitas vezes a cirurgia é indicada quando é apresentado sintomas incapacitantes ou perda significativa de função. A intervenção cirúrgica visa melhorar a qualidade de vida, restaurando a estabilidade da coluna e aliviando a pressão sobre os nervos", explica. 

Os motivos mais frequentes de cirurgias na coluna apontados pelo médico são:

  • Descompressão de nervos, por hérnia de disco ou estenose de canal vertebral;
  • Correção de deformidades, como escoliose, dorso curvo (cifose) e espondilolistese;
  • Trauma na coluna, seguido de fraturas vertebrais em jovens ou idosos;
  • Tumores malignos, tumores benignos ou infecções vertebrais.

Os procedimentos cirúrgicos são realizados para tratar uma variedade de condições, como hérnias de disco, instabilidade vertebral, estenose espinhal e deformidades. Entre as principais cirurgias estão a discectomia para remover material herniado, a fusão espinhal para criar estabilidade, e a laminectomia para aliviar a pressão na medula espinhal. Procedimentos como a microdiscectomia e cirurgias de correção de deformidades como escoliose também são comuns. Cada tipo de cirurgia é selecionado com base na condição do paciente, buscando alívio dos sintomas e restauração da função da coluna vertebral.

A cirurgia de coluna pode ser uma opção eficaz para aliviar sintomas debilitantes e melhorar a qualidade de vida. É uma decisão complexa, que deve ser cuidadosamente considerada. “É preciso considerar não apenas os desafios imediatos, mas também as perspectivas a longo prazo. Uma avaliação detalhada com um especialista é essencial para determinar se a cirurgia é a melhor opção, considerando os riscos e os benefícios. Cada caso é único, e por isso a colaboração entre paciente e médico é tão importante para garantir o melhor resultado possível e uma recuperação bem-sucedida”, finaliza o cirurgião do Grupo Spine.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://cariocanews.com.br/.