27/03/2024 às 20h47min - Atualizada em 28/03/2024 às 00h00min

Essa atividade física é ideal para quem está com a musculatura fraca

Especialista em quadril, Dr. David Gusmão explica como fortalecer a musculatura

MF Press Global
© Divulgação / MF Press Global
Você anda se sentindo com a musculatura fraca? Experimentando dificuldades em tarefas simples do dia a dia e se sentindo cansado com mais frequência? Sabia que existe uma atividade física que pode te ajudar a fortalecer os músculos, aumentar a resistência e até mesmo reduzir o estresse? Essa atividade é o ciclismo. Pedalar não só trabalha os músculos das pernas, mas também fortalece o core, as costas e os braços, proporcionando um exercício completo para o corpo. Além disso, é uma prática versátil que pode ser adaptada a diferentes níveis de condicionamento físico e preferências pessoais.
 
De acordo com o ortopedista especialista em quadril, Dr. David Gusmão, o ciclismo, além de ser uma atividade prazerosa, é uma eficaz ferramenta na luta contra a fraqueza muscular e o sedentarismo. “Pedalar é uma atividade aeróbica de baixo impacto que envolve o uso coordenado de diversos grupos musculares, especialmente os músculos das pernas, core e glúteos. Esses músculos são constantemente ativados para impulsionar os pedais e sustentar o corpo na bicicleta. Assim, a atividade promove o fortalecimento muscular devido à resistência aplicada aos músculos durante os movimentos repetitivos”, afirma David.

O ciclismo regular aumenta a força muscular, especialmente nos membros inferiores, contribuindo para a prevenção da fraqueza relacionada à idade e sedentarismo. “Além disso, é uma excelente forma de exercício cardiovascular, o que significa que melhora a capacidade do sistema cardiovascular de fornecer oxigênio e nutrientes aos músculos durante atividades prolongadas. O aumento da resistência cardiovascular resultante do ciclismo pode reduzir a fadiga muscular e melhorar a capacidade de realizar atividades diárias com mais facilidade”, destaca Gusmão.

O sedentarismo está associado a uma série de problemas de saúde, incluindo obesidade, doenças cardiovasculares e diabetes tipo 2. Ao incorporar o hábito de pedalar à rotina diária, as pessoas podem reduzir os efeitos negativos do sedentarismo e melhorar sua saúde geral. A atividade pode ser praticada em diferentes intensidades, desde um passeio relaxante até treinos mais intensos, permitindo que pessoas de diferentes idades e níveis de aptidão física participem e se beneficiem com os resultados. 

Isso acontece porque o ciclismo possui baixo impacto, o que significa que oferece uma forma segura de exercício para pessoas de todas as idades e níveis de condicionamento físico, sem sobrecarregar as articulações. “Isso o torna especialmente benéfico para aqueles que buscam fortalecer a musculatura sem o risco de lesões comuns em outras atividades físicas”, acrescenta o especialista. 

O especialista em quadril enfatiza a importância de praticar o ciclismo com cuidado, especialmente em áreas de tráfego intenso, e utilizar equipamentos de proteção, como capacete e luvas. Se necessário, é recomendável buscar o auxílio de um profissional da saúde, como um fisioterapeuta ou um treinador pessoal, para garantir que a prática seja segura e adequada às necessidades individuais de cada pessoa.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://cariocanews.com.br/.