28/03/2024 às 19h20min - Atualizada em 29/03/2024 às 00h00min

Ansiedade afeta mais mulheres do que homens, afirma pesquisa. Entenda o que pode estar por trás do problema

A ansiedade é multifatorial e pode ter diversas causas, tanto para homens, quanto para mulheres, afirma o médico psiquiatra Dr. Flávio H. Nascimento

MF Press Global
© Freepik

A ansiedade é, sem dúvidas, um dos problemas de saúde mental mais presentes atualmente, principalmente no Brasil que, de acordo com a OMS - Organização Mundial da Saúde - é o país mais ansioso do Mundo. Isso se deve a diversos fatores, mas principalmente às recentes mudanças no estilo de vida da população em geral.

De acordo com uma nova pesquisa da Quiddity, divulgada nesta terça-feira (12), a ansiedade entre as mulheres é maior do que nos homens, registrando 55% de presença em mulheres.

O que está por trás dessa pesquisa?

De acordo com o médico psiquiatra Dr. Flávio H. Nascimento, podem ser citados vários fatores causadores do problema.

“De acordo com a própria pesquisa, 55% das pessoas relacionaram ansiedade às finanças e 44% à vida profissional. É possível entender que os fatores socioeconômicos estão fortemente ligados à nossa posição no ranking mundial de ansiedade”.

“Esse problema provavelmente afeta mais as mulheres por se somar a outros fatores relacionados à cultura, pois esta situação pertence ao somatório dos fatores psicossociais, biológicos e genéticos que estão associados ao desenvolvimento dos transtornos de ansiedade.A nossa sociedade está muito ansiosa e é preciso ter cada vez mais atenção para isso”, explica.

5 dicas para prevenir a ansiedade:

01 - Técnicas de relaxamento: “Técnicas respiratórias, meditação e atenção plena ajudam a controlar a ansiedade, principalmente durante crises, mas também de forma preventiva”, explica Dr. Flávio H. Nascimento.

02 - Atividades físicas: “Praticar exercícios físicos ajuda a estimular a liberação dos chamados ‘hormônios da felicidade’, como dopamina, endorfina e serotonina, que ajudam no bem-estar e disposição”.

03 - Organização: “Ter uma boa organização, uma rotina, principalmente para equilibrar horários profissionais com os de lazer ajuda a tornar seu dia a dia mais produtivo e previsível, o que evita preocupações com o futuro, melhora a autoconfiança e evita sobrecargas que podem agir como gatilho para a ansiedade”, afirma Dr. Flávio H. Nascimento.

04 - Durma bem: “Um sono de qualidade é fundamental para uma boa saúde mental, a insônia estimula o cortisol, o ‘hormônio do estresse’, além de criar um desgaste físico e emocional”.

05 - Tenha um hobbie: “Ter um hobby cria uma válvula de escape saudável para o estresse, ajudando a distrair a mente de preocupações, ajudando no relaxamento, contribuindo para o equilíbrio emocional e a redução dos sintomas de ansiedade”, conta Dr. Flávio H. Nascimento.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://cariocanews.com.br/.