17/11/2023 às 22h36min - Atualizada em 18/11/2023 às 00h00min

Palankin apresenta “Seu Nome é Jesus”, segunda faixa do projeto “Adorando com Palankin”

Canção é versão de uma música de Jeremy Riddle, que se tornou especial na vida da banda

Rafael Ramos
Divulgação
Um mês após o lançamento da canção “A Voz do Rei”, o Palankin apresenta a segunda faixa do projeto “Adorando com Palankin”. Distribuída nas plataformas digitais pela Onimusic, a canção “Seu Nome é Jesus” chega nesta quinta-feira (16) destacando o poder do nome de Jesus e a soberania que Ele carrega.

- A repercussão do projeto “Adorando com Palankin” tem sido muito boa. As pessoas tem comentado bastante sobre “A Voz do Rei”, principalmente da parte que cantamos “Voz que restaura identidade”. Deus as tem tocado de maneira especial para lembrá-las de quem elas são - destaca Ana Rock, vocalista do Palankin.

“Seu Nome é Jesus” é uma versão de “His Name is Jesus”, que faz parte do álbum “Live in the Prayer Room”, do cantor americano Jeremy Riddle. 
 
- Esse álbum do Riddle foi muito impactante em nossa casa e essa música em especial foi uma que reacendeu um fogo especial no coração do Tiago (Andrade, esposo de Ana e a outra voz principal do Palankin) - explica a cantora.

Quem conferir “Seu Nome é Jesus” vai se deparar com um momento que foi bastante especial para a banda que é uma palavra de oração ministrada por Jonathas Abdou, amigo do casal.

- Jonathas entrou para orar no meio da música e não tinha sido nada combinado. Foi extremamente abençoadora a intercessão e ficou tão bom que deixamos o momento no clipe oficial. A família Abdou é nossa amiga há mais de 15 anos e nos conhecemos no ministério de jovens da nossa igreja local da época - recorda Ana Rock. 

“A Voz do Rei” e “Seu Nome é Jesus” são as primeiras faixas de “Adorando com Palankin” que é um projeto que marca uma nova vertente dentro do Palankin que é focada em adoração comunitária e local. Gravado na casa da banda, em Itu, no interior de São Paulo, o projeto nasceu com o intuito de “fazer algo que deixasse um legado de adoração pensando na igreja dos meus filhos, na igreja do amanhã e em discipular em adoração essas pessoas que vieram através do rock do Palankin”. Entendendo que “adoração não é um estilo musical”, o Palankin pretende levar as pessoas de volta “à nossa essência de adoração”.

Este conteúdo foi distribuído pela plataforma SALA DA NOTÍCIA e elaborado/criado pelo Assessor(a):
U | U
U


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://cariocanews.com.br/.